Órgãos de trânsito deverão divulgar Símbolo Internacional de Surdez

 

Órgãos de trânsito deverão divulgar Símbolo Internacional de Surdez

O Símbolo Internacional de Surdez será divulgado em manuais de trânsito e cursos de formação e reciclagem de condutores. O Denatran enviou aos Detrans de todo o país um pedido para que o Símbolo Internacional de Surdez que, no trânsito, serve para identificar a presença de uma pessoa surda ao volante, fosse trazido ao conhecimento dos motoristas de todo o país.

A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (FENEIS) enviou uma representação ao Ministério Público Federal em São Paulo solicitando auxílio para a divulgação do símbolo. O MPF instaurou um Procedimento Administrativo e pediu providências ao Denatran, que realizou estudos para a adoção das medidas adequadas para a divulgação do Símbolo Internacional de Surdez aos motoristas brasileiros.

A utilização do símbolo (em anexo) é prevista pela Lei nº 8.160, de 08 de Janeiro de 1991, que determina sua colocação em todos os locais de acesso aos surdos e em todos os serviços disponibilizados a eles.


Ações do documento